14 maio, 2008

Verdade absoluta

Na fé cristã a verdade é uma pessoa, não uma fórmula matemática, física ou química.
A verdade ou é absoluta ou não é verdade. Verdade relativa é um contra censo. A minha verdade tem de ser a verdade de todos ou então não é verdade. Não existe isso da minha verdade e a verdade dos outros. Ou é verdade ou não é verdade.
A questão da verdade sempre interpelou os homens. Muitos deles infelizmente não se deixam interpelar o suficiente por ela e não esperam ou não se detêm o suficiente para serem informados acerca dela.
O evangelho dá-nos disso um exemplo na pessoa de Pilatos que diante de Jesus questionou acerca do que é a verdade. Só que retirou-se sem ouvir a resposta. Melhor dizendo retirou-se sem acolher a própria verdade que estava diante dele em cara osso.
Em termos de fé a verdade é fundamento Fé na mentira leva à morte. Só a fé verdade é genuína e autêntica. Só a fé verdade é verdadeira.
Jesus Cristo apresentou-se com verdade. Ou seja na fé cristã a verdade uma pessoa, não uma fórmula matem física ou química. A verdade não < axioma filosófico. A verdade não é figura de linguagem literária. A verdade Cristo. Ele mesmo o disse. Ele me; provou. "Eu sou o caminho, e a vero a vida; ninguém vem ao Pai sem mim." (João 14.6).
Jesus Cristo é a origem de realidade. Ele é o Criador e o Sustentador de todas as coisas. Todo o Universo seu fundamento n'Ele. Foi Ele que à existência.
A verdade que não é vivida conhece efectivamente. Só conheço dentro a verdade quando ela é intima e expressa nos actos do quotidiana.
Quando os absolutos morais e questionados e colocados em causa ao sabor do vento, das convenci prazer imediato. Quando o i invade e assenta arraiais no dom moral, perde-se o rumo, ii confusão e domina a morte da sentido e propósito. Quando absoluta dos valores e dos descartada não há campainha consequências dos actos que vi resultados esperados. Quan esquecido, posto em causa, n as rotinas dos rituais religiosos interferência na vida do da absolutos morais e éticos desaparecem e são substituídos por outros absolutos contraditórios como é o caso da tolerância que não é mais capaz de se insurgir e denunciar a mentira, e da afirmação que "tudo é relativo".
Como cristãos evangélicos seguidores de Jesus Cristo afirmamos que Ele é a verdade absoluta e que pela Sua vida e ensino temos valores e princípios espirituais, morais e éticos absolutos sem os quais a morte se instala eternamente.
A exigência de Cristo é nada mais, nada menos, do que a perfeição do Pai no amor: "Ouvistes que foi dito: Amarás o teu próximo, e odiarás o teu inimigo. Eu, porém, vos digo: Amai os vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem; para que vos torneis filhos do vosso Pai celeste, porque ele faz nascer o seu sol sobre maus e bons, e vir chuvas sobre justos e injustos. Porque se amardes os que vos amam, que recompensa tendes? não fazem os publicanos também o mesmo? £ se saudardes somente os vossos irmãos, que fazeis de mais? não fazem os gentios também o mesmo? Portanto, sede vós perfeitos como perfeito é o vosso Pai celeste." (Mateus S. 43-48).
Não é possível a santificação quando a verdade absoluta é descartada. A santidade é ferida no seu âmago quando se nega a possibilidade da verdade. Para Jesus a santificação é possível pela verdade da palavra divina. Foi assim que Ele orou ao Pai: "Santifica-os na verdade: a tua palavra é a verdade." (João 17.17). Quando teólogos, filósofos e outros que tais negam a Bíblia como Palavra de Deus, ao sabor da corrente do pluralismo e do relativismo, atacam o cerne do propósito de sermos à semelhança de Deus: "Sede santos, porque eu sou santo." (I Pedro 1.16). A santidade é a vida vivida na verdade que é Cristo em amor.

O evangelho de Jesus casa a verdade com o amor. Essa conjugação é declarada de forma inexcedível e em toda a sua crueza, na cruz em que Cristo morreu. Ali está a verdade da ruína e morte que o pecado produz, a justiça absoluta de Deus e o Seu amor em graça e perdão para connosco. É assim que devemos crescer em tudo como membros da Igreja segundo o dizer de Paulo pelo Espírito Santo: "Mas, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é o cabeça, Cristo, (...)." (Efésios 4.15).

A verdade em amor não é a negação do pecado e dos pecados, mas a sua denúncia segundo a graça, a misericórdia e a justiça do Deus que é santo. Todo o pecado tem perdão segundo o evangelho, menos o pecado de não reconhecer o pecado e de aceitar o perdão que só Jesus nos pode dar porque morreu em nosso lugar, sofrendo sobre si a penalidade do pecado. "Ora, se invocais como Pai aquele que, sem acepção de pessoas, julga segundo as obras de cada um, portai-vos com temor durante o tempo da vossa peregrinação, sabendo que não foi mediante coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados do vosso fútil procedimento que vossos pais vos legaram, mas pelo precioso sangue, como de cordeiro sem defeito e sem mácula, o sangue de Cristo, conhecido, com efeito, antes da fundação do mundo, porém manifestado no fim dos tempos, por amor de vós. que, por meio dele, tendes fé em Deus, o qual o ressuscitou dentre os mortos e lhe deu glória, de sorte que a vossa fé e esperança estejam em Deus." (I Pedro 1.17-21).
É na verdade que Cristo é e que Ele declara, viveu, pela qual morreu e ressuscitou, que encontramos a genuína liberdade. É possível ser verdadeiramente livre na verdade de Jesus. Livres da mentira do pecado, do absurdo, da morte, do vazio, da desesperança, da ausência de sentido e propósito.
A verdade absoluta existe. A verdade absoluta é Jesus. Neste tempo de pluralismo e relativismo declaramos sem quaisquer reticências essa verdade. Fora dela estamos irremediavelmente perdidos por toda a eternidade. Resistamos como discípulos de Jesus às investidas da cultura pluralista e relativista, seguindo a verdade em amor.
Autor do Artigo ;
Novas de ALEGRIA

7 comentários:

joaoclaudiopires disse...

Olá!
Interessante o teu blog. Confesso que ainda não li muitas coisas. Mas vou ler, quanto mais não seja para saber até que ponto vocês estudam a Bíblia. :)

joaoclaudiopires disse...

Olá!
Interessante o teu blog.

confissoesdeumasurda disse...

Na verdade te digo. AMO o meu Deus!

mari disse...

Olá : Li o seu artigo acerca das aparições de Fátima e agora gostava que discasse um tempo a ler o que tenho para lhe dizer. Desde já digo-lhe que sou católica mas aprecio bastante o ecumenismo, aliás, foi por causa de Taizé q reavivou a minha fé. Como já deve ter calculado não sou da mesma opinião que a sua quanto Às aparições de Fatima. Houve tempos q não acreditava tb, não tinha lido mais sobre o assunto, n tinha lido inclusivo os diálogos das aparições. Mas se o senhor investigar melhor sobre todas as aparições: Guadalupe, Lourdes, Paris, ata © Fatima, ver á que elas tem uma sequência lógica e um papel fundamental de alertar os homens acerca de factos históricos importantes que, veja sã, se sucederiam! Maria, não é de facto, uma deusa! mas não é apenas mais uma grande mulher humilde que, por acaso, foi mãe de Deus. Bem, se pensarmos e analisarmos com mais profundidade, Nossa Senhora é o nosso modelo de servidor para com DEUS. o SIM dela é exemplo para cada um de nos. Ela vem complementar a mensagem bíblica, inserindo-se na cristologia de forma que não é de nada incompatível. No séculos iniciais os cristãos já anunciavam, de forma não oficial, a assunção de nossa senhora ao céu coisa... e espere lã leia tudo pf... que foi confirmada em uma das suas aparições. ah já agora, procure no google sobre aparição em Zeitum, Essas aparições vieram informar que é IMACULADA. E logo sem o pecado original, e , se sem o pecado original, ELA NÃO PASSOU PELA MORTE. mas foi assunta ao céu. Note que isto não é incompatível para alguns evangélicos que até rezam o rosário. Como modelo de serva perfeita, só assim Ela pode ser mãe de Deus- s pecado, Ela antecipa tb a verdade da Redenção, porque assim como ela foi assunto ao Céu, nós também o seremos, se cá estivermos no dia do Juízo. Gostaria que considerasse este meu apelo. Faço isto por amor de Maria, minha mãe poderosa, porque conhecendo-a, conheço ainda melhor seu filho. Maria - medianeira de paz entre Deus e os homens. Filha de Deus-Pai, MÃE de Jesus e Esposa do Espirito Santo, a pessoa que teceu Jesus humano em seu ventre

Tania Silva disse...

Recebi e quis Partilhar contigo...

]¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶
¶´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´¶
¶´´´´¶¶¶¶¶¶¶´´´´¶¶´´´¶
¶´´´¶¶1´´´´¶¶´´´¶¶´´´¶
¶´´¶¶¶´´´´´¶¶¶´´´´´´´¶
¶´´¶¶¶´´´´´¶¶¶´´¶¶´´´¶
¶´´¶¶¶´´´´´¶¶¶´´¶¶´´´¶
¶´´´´¶¶¶¶¶¶¶´´´´¶¶´´´¶
¶´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´¶
¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶

SOU TEU FÃ!!!
Estou nesta também....
Agora kero ver

´´´´´´´´´´´¶
´´´´´´´´´´¶¶
´´´´´´´´´¶¶¶
¶¶¶´´´´´¶¶´¶
´¶¶¶¶¶¶¶¶´´¶
´´´¶¶´´´´´´¶¶¶¶¶¶¶¶¶
´´´´´¶¶´Fô¶¶¶¶
´´´´¶¶´´´´´¶¶¶
´´´¶¶´¶¶¶¶´´¶
´´¶¶¶¶¶´´¶¶´¶´
´¶¶´´´´´´´´¶¶¶´

Já ganhaste a tua estrelinha, agora vou
ver se ganho a Minha Também.
Passa para os teus AMIGOS,
e ganha mais Estrelinhas.
Manda-me de volta se fores meu Fã.
Beijinhos

Douglas disse...

OLA PEDRO MUITO
Obrigado pelo carinho.
Abração,
Douglas

Valmir Nascimento Milomem disse...

Pedro,

Ótimo texto! Parabéns pelo blog!

www.comoviveremos.com