17 junho, 2008

Ministérios Criativos

De acordo com a Bíblia todo o cristão é criado para o ministério (Ef2:W). É para isso que somos salvos (2Tm 1:9) e chamados (2Pe 2:9,10). Somos dotados (IPe 4:10), desafiados (Mt 20:26-28) e ordenados para o ministério (Mt 28:18-20). Supostamente, devemos também ser treinados (Ef 4:11,12) e, certamente, todos seremos recompensados, cada um de acordo com o seu ministério (Cl 3:23,24). Cada pessoa com o seu ministério, é necessária no Corpo de Cristo (ICo 12:15-22,27).
"Se alguém não está a servir, está apenas a existir porque a vida foi feita para o ministério" (Rick Warren; "Uma Vida com Propósitos"; Vida;p. 201).
O QUE É ENTÃO UM MINISTÉRIO?
NÃO É UM TRABALHO; É UMA NATUREZA - Não é alguma coisa que fazemos, mas alguma coisa que somos. Também não é tirar um "tempinho" da nossa vida para fazer isto ou aquilo, mas é envolver toda a nossa vida. Não é fazer se sobra tempo, ou se não envolve esforço, ou custo, mas é a prioridade e o desejo consumidor da nossa vida.
Quando lemos Efésios 4:11 descobrimos que os dons são mais do que cargos ou funções: são pessoas. "E ele mesmo deu uns para apóstolos, outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores."
NÃO É UMA AQUISIÇÃO; É UM DOM - Não é alguma coisa que lutamos para ser, só porque é bom ou vistoso. Não é um troféu ou galardão. É alguma coisa que recebemos como dádiva da Graça de Deus. Não depende tanto da nossa vontade ou desejo, mas da Vontade e Soberania/Divina 04:11; Rm 9:16).
NÃO É UMA PROJECÇÃO PESSOAL; É SERVIÇO - A palavra ministério/significa literalmente no grego "serviço". 0 objectivo não é projectar-nos, mas glorificar a Cristo Nem é a nossa satisfação pessoal, mas a edificação da Igreja: servir os santos; suprir as necessidades (1 Co 4:9). "Quem não vive para servir não serve para viver".
COMO TER MINISTÉRIO?
SER CHAMADO - Como já vimos, o ministério é uma dádiva de Deus, dada segundo a Sua Soberania. Importa também perceber que todos recebem de Deus pelo menos um ministério. Todos os que são salvos por Deus são chamados com uma santa vocação (2Tm 1:9), por isso, todos somos chamados.
SER UNGIDO - 0 que capacita e habilita alguém para o Ministério é a Unção. O Poder e a dinâmica do Espírito Santo são essenciais no desempenho e efectividade do Ministério (Zc 4:6). Repare-se, por exemplo, na igreja de Actos e na forma como o Baptismo e renovação com o Espírito Santo eram importantes para servir (At 1:8; 6:3).
SER DILIGENTE - Para sermos diligentes, precisamos de preparação e de esforço. A unção não exclui a necessidade desses 2 factores. Jr 48:10
DIVERSIDADE DE MINISTÉRIOS
A Palavra de Deus está repleta de versículos e exemplos que DS falam da diversidade de ministérios (ICo 3:5-7; 12:4-6, 15-22,27; Rm 12:3-8; Ef 4:11-16).
Um bom exemplo é o jantar de Betania (Jo 12). Neste episódio, vemos em acção pessoas com ministérios específicos, distintos. Começamos por Maria. Claramente as suas áreas de ministério são a adoração e intercessão. Lázaro, por seu lado, é pregador, ensina dor e evangelista, enquanto que Marta se dedica a ministérios de socorros, beneficência, serviço. Finalmente, temos Judas... que representa os que nada fazem, apenas criticam e roubam. Sim, o facto é que quem não dá, tira; quem não ajunta, espalha; quem não edifica, destrói; quem não abençoa, fala mal... em conclusão, quem não trabalha, dá trabalho.
"A vida de observação é uma vida desperdiçada, mas a vida de participação na obra do reino é a razão de termos nascido." (Doug Fields "Um ministério com propósitos"; Vida;p. 175).
ÁREAS DE MINISTÉRIO
Existem múltiplas áreas nas quais podemos exercer ministério. Desde a pregação e ensino da Palavra de Deus, o evangelismo, louvor e adoração, intercessão, drama ou teatro, coreografia, áudio, vídeo, design gráfico, internet... Trabalho com crianças, adolescentes, jovens, casais, 3a idade, com solteiros, divorciados, com viúvos... Ministérios de Beneficência e Misericórdia, de Administração. E tantas outras possibilidades e impossibilidades que Deus tem preparado para nós...
"Nem todos são chamados para ser pastores [ou lideres], mas todos são chamados para realizar o trabalho do ministério (Ef4:11,12)" (Doug Fields "Um ministério com propósitos"; Vida; p. 175).
COMO DESENVOLVER UM MINISTÉRIO DE IMPACTO
Cada um de nós pergunta-se "como posso trazer impacto a este mundo?". Temos o sentimento que possuímos um propósito e que vamos fazer algo para Deus. Mas muitas vezes estamos a quilómetros de distância do nosso sonho. Expor causa do abismo, isso pode trazer-nos uma grande frustração. Como vencer esse abismo?
"Tudo o que te vier à mão para fazer, fazer conforme as tuas forças..." Ec 9:10
Não devemos desprezar o que temos na mão. Deus pode pegar no que temos na mão e torná-lo no que está no nosso coração. Às vezes queremos ser grandes como pessoas que vemos e admiramos e esquecemos que há um percurso (ex. José, David, Paulo). Muitas vezes desprezamos o que temos na mão. E comparamo-nos uns aos outros. Dizemos "quero ser como aquele... mas o que tenho é isto". Se desprezamos o que temos, Deus não pode abençoar o que temos.
Eclesiates 9:10 fala-nos de colocarmos toda a nossa energia e entusiasmo naquilo que está na nossa mão. Se não pusermos tudo de nós naquilo que fazemos, como é que Deus vai abençoar? "Sobre o pouco foste fiel, sobre o muito te colocarei". Precisamos tomar consciência que o que está nas nossas mãos foi Deus que colocou tanto quanto o que está no nosso coração. Assim seremos fiéis e Deus abençoar-nos-á.
Antes de Deus usar Moisés perguntou-lhe o que ele tinha na mão e foi com o que ele tinha na mão que Deus o usou: um cajado. Deus usou David para derrubar o Golias com o que ele tinha na mão: uma funda. Antes de Jesus realizar o grande milagre da multiplicação dos pães e dos peixes, mandou ver o que as pessoas tinham e usou o que um rapaz tinha para a operação do milagre. A pergunta do profeta para a viúva necessitada foi "o que tens?".
A nossa preocupação com aquilo que ainda não temos é tão grande que desprezamos o que temos. Precisamos inverter essa tendência e assim sermos completamente abençoados por Deus.

Da Deus o que tens que ele te levara sítios que nunca pensas-te ir .

Autor do texto bíblico

Pastor Hugo Pinto

2 comentários:

silvia cardoso disse...

Gratidão de amigo





Pela amizade que você me devota,
por meus defeitos que você nem nota...

Por meus valores que você aumenta,
por minha fé que você alimenta...

Por esta paz que nós nos transmitimos,
por este pão de amor que repartimos...

Pelo silêncio que diz quase tudo,
por este olhar que me reprova mudo...

Pela pureza dos seus sentimentos,
pela presença em todos os momentos...

Por ser presente, mesmo quando ausente,
por ser feliz quando me vê contente...

Por este olhar que me diz:
"Amigo, vá em frente!"

Por ficar triste, quando estou tristonho,
por rir comigo quando estou risonho...

Por repreender-me quando estou errado,
por meu segredo sempre bem guardado...

Por seu segredo, que só eu conheço
e por achar que só eu mereço...

Por me apontar pra Deus a todo o instante,
por esse amor fraterno tão constante...

Por tudo isso e muito mais eu digo:
"Deus te abençoe, meu querido amigo!"



Feliz Dia do Amigo!



Sílvia

Viviana disse...

Olá Irmão Pastor Hugo Pinto,

Vim até aqui para "espreitar" o seu blogue, e agradecer a sua visita.

Quanto á troca de links, terei muito gosto em colocar o seu blogue nas minhas ligações.

E, se quiser fazer o mesmo com o meu... esteja perfeitamente á vontade, para isso.

Desejo-lhe muitas bençãos dos Céus.

Um abraço
viviana